Três Questões Importantes sobre a Construção de um Negócio de Sucesso Utilizando seu Tempo Livre

__________________________________________________________________________________________________________________

 Por Ailton Feitosa & Ricardo Normando|Mentalidade Prospera

__________________________________________________________________________________________________________________

     Ultimamente tem sido comum (pelo menos temos percebido isso!) o surgimento de várias orientações acerca do aproveitamento do tempo. E lendo A Cauda Longa, do escritor Chris Anderson, resolvemos escrever um pouco sobre essa temática, mas sobre outro panorama.

  

      Antes de tratar sobre o assunto em si, gostaríamos de sugerir a leitura do livro a todos que estão lendo esse post. Este livro te interessa? O mercado em que você está inserido pode ser influenciado pelo que está exposto no livro? Bem... Vamos deixar o autor te responder:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

      Mas, voltando à nossa questão inicial, o que nos chamou a atenção está logo na introdução do livro: “Os homens de 18 a 34 anos, o público mais almejado pelos anunciantes, está começando a desligar de vez a televisão, dedicando parcelas cada vez maiores do tempo que passam diante de telas eletrônicas a internet e a videogames. Os índices de audiência dos principais programas de televisão estão caindo há décadas e o que se situa no topo da lista hoje não se incluiria entre os dez de maior sucesso da década de 1970.”

 

    Bem, achamos que devemos comentar algumas coisas sobre isso com base em alguns eventos  anteriores ocorridos conosco e com os nossos leitores que compartilham suas opiniões.

    

A primeira questão importante do fragmento é a seguinte: Por que pessoas de 18 a 34 anos?

 

   A figura a seguir, apresentada no material da Empresa Dinastia Soluções Financeiras, acaba respondendo esta pergunta. Elas estão em plena atividade produtiva e, neste período, estão mais favoráveis à construção de uma aposentadoria mais tranquila desde que plantem as sementes neste período. Em síntese, são pessoas que consomem com maior avidez.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    

 

 

      O segundo ponto relaciona – se à ocupação destas pessoas diante do fato de desligar a TV.

 

A pergunta é:

 

Ao invés de internet e vídeo games, por que não aproveitar o tempo construindo um negócio próprio?

 

     É isto mesmo que você entendeu! Uma das coisas que diferencia uma pessoa de sucesso com o grande grupo é o que ela faz em seu tempo livre! Aproveitar o tempo livre, enquanto se está em fase produtiva é plantar um futuro melhor! É preparar uma renda para a aposentadoria para que você possa se aposentar antes do tempo determinado pela previdência social e no tempo determinado por você!

 

      O que você faz em seu tempo livre? Assiste televisão? Fica on line vendo vídeos e baixando filmes? Bem, ninguém tem nada contra isso. Na realidade, é até necessário. O cérebro precisa de alguns momentos de ócio. Mas, além disso, por que não procurar algo com que você se divirta, faça amizades e, paralelamente, faça uma renda extra e garanta uma aposentadoria mais tranquila, financeiramente falando?

 

       E a terceira questão está um pouco nas entrelinhas do texto apresentado:

 

Que exemplo você está dando aos(às) seus(uas) filhos(as)?

 

       Nosso bem estar está relacionado com uma boa moradia (se for própria que esteja quitada e se for alugada, que eu tenha a garantia do valor do aluguel todos os meses), uma boa escola para os meus filhos e, se for o caso, pra mim, bom atendimento médico, etc.... Tudo isso está relacionado ao quanto temos disponível em nossa conta bancária para emergências. Você está ensinando seu(ua) filho(a) a construir um futuro melhor ou está mostrando que nossa vida é planejada à medida que os eventos vão ocorrendo? Talvez esta segunda opção não seja das mais interessantes. Nossa vida pode apresentar revezes que não dependem de nossas vontades e, neste caso, vamos precisar de uma boa reserva para nos mantermos bem e confortáveis.

 

       Você pode estar se perguntando agora:

 

Mas o que eu posso fazer no meu tempo livre que me dê condições de construir uma aposentadoria mais confortável?

 

   Podemos lhe garantir que existem muitas respostas pra esta pergunta! Seja qual for seu nível econômico, religião, etc.... , temos uma opção pra você. Caso precise de sugestões e ajuda, nos procure (seja pessoalmente ou por mensagens).

 

     Convidamos você a uma jornada extraordinária rumo à construção de um futuro mais tranquilo e financeiramente mais interessante. Pode ser que nem sempre, no decorrer do caminho, seja uma jornada fácil, mas podemos lhe garantir que é uma jornada que nos torna melhores a cada dia.

 

Forte e fraterno abraço.

"Geralmente me perguntam que categoria de produtos não se incluem na economia da Cauda Longa. Quase sempre minha resposta é que seria alguma mercadoria não diferenciada, em que a variedade é não só inexistente, mas também indesejável. Como, por exemplo, farinha, que, como me lembro, era vendida nos supermercados, em grandes sacos, com o rótulo "Farinha". Até que, por acaso, entrei em nossa loja local da rede Whole Foods, especializada em alimentos orgânicos e naturais, e constatei como eu estava errado hoje, esse supermercado oferece mais de vinte tipos diferentes de farinha, desde produtos básicos, como de trigo integral e variedades orgânicas, até alternativas exóticas, como de amaranto e farinhas de milho especiais. Por mais incrível que pareça, até a farinha já tem a sua Cauda Longa.”

Participe da discussão...